Buscar
  • jornaltpadm

Alegação de Luciano Hang sobre investimentos da UNIFEBE na Villa Renaux é equivocada

Instituição de ensino não realiza investimentos financeiros no imóvel


Desde que o Termo de Cooperação entre o Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE) e Vitor Renaux Hering foi assinado, em 25 de julho de 2017, as edificações que compõem a Villa Renaux, seus jardins e móveis têm sido objeto de inúmeras pesquisas realizadas por professores e estudantes de Brusque e região.


Por se tratar de uma edificação histórica e com características que mantêm vivas a memória e a cultura do nosso município, o espaço, por si só, é um laboratório vivo e, de acordo com a UNIFEBE, para enriquecer o processo de ensino-aprendizagem, não exige, necessariamente, que sejam realizados investimentos financeiros que o transformem em um laboratório físico.


Nesse sentido, a UNIFEBE esclarece que nenhum investimento financeiro tem sido realizado pela Instituição na Villa Renaux. A manutenção da casa, jardins e móveis é de responsabilidade da família que detém a posse do imóvel, e a UNIFEBE não tem relação com os processos judiciais, envolvendo a massa falida da Fábrica de Tecidos Carlos Renaux.


Cumprindo sua função social, de universidade comunitária, a UNIFEBE tem aberto a Villa Renaux para receber pesquisadores, estudantes dos anos iniciais até universitários, além de a própria comunidade, que tem curiosidade sobre a história local. A Instituição tem a preocupação em preservar e manter aberta a edificação à população.

As visitas guiadas, promovidas pela UNIFEBE, são gratuitas e estão abertas no site da instituição.



1 visualização0 comentário